Cravinho: Seguro tem melhores condições para liderar

O antigo ministro socialista João Cravinho afirmou hoje que apoia António José Seguro na corrida à liderança do PS, por considerar que este tem "melhores condições" para fazer com que o partido encontre os seus princípios mais determinantes.

"Já o tinha dito e já declarei que apoio o António José Seguro. Não é detrimento de ninguém, no caso o Assis, mas, quando há dois, tenho de escolher um", disse Cravinho. "Conheço o António José Seguro de longa data e penso que tem talvez melhores condições que o Assis, para colocar o PS perante problemas fundamentais, que tem que ver com os seus princípios mais determinantes", afirmou o antigo ministro e actual administrador do Banco Europeu para a Reconstrução e Desenvolvimento (BERD).

"O País tem de conhecer, tem de saber o que o PS - como alternativa, não alternância -- apresenta", considerou João Cravinho, para quem as últimas eleições, que resultaram num governo PSD-CDS/PP, trouxeram nitidez ao panorama político português. "Os resultados das últimas eleições tiveram pelo menos uma virtude, clarificaram o campo: há uma direita pura e dura - tão pura e tão dura quanto é possível neste País, que não é dado a grandes purezas - [pelo que] tem de haver uma esquerda que, em vez de ser uma direita disfarçada, seja uma esquerda assumida e de corpo inteiro", declarou. João Cravinho também espera que em caso de derrota de Francisco Assis, este venha a assumir uma posição relevante no PS.

"Não vejo que se o Seguro ganhar o Assis não tenha um lugar próprio no debate político e na representação do PS. Tem com certeza. Não podemos é ficar nas meias-tintas porque a época não é para isso", disse o ex-ministro. "O PS tem de apresentar uma alternativa a esta ideologia de direita que se instalou no País, com uma força enorme e com um apoio internacional sobre determinante", concluiu.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG