Condutor que matou cinco peregrinos estava alcoolizado

Resultados preliminares das análises ao sangue revelaram álcool e estupefacientes.

Segundo o Diário de Coimbra, que cita fonte da investigação, foi detetado ao condutor que atropelou cinco peregrinos, na madrugada do dia 2, quando seguiam para Fátima, uma taxa de álcool de 1,0 g/l. Este valor não sendo considerado crime - só é quando a taxa é igual ou superior a 1,2 g/l - corresponde a uma contraordenação muito grave. O jornal assegura que foi também detetado a presença de estupefacientes - as análises deram positivo - mas não revela mais informação.

O Jornal de Notícias adianta que o assessor de Imprensa do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses reiterou a informação que transmitida na quinta-feira, indicando que "as análises à amostra de sangue colhida ao automobilista seriam concluídas na semana que hoje se inicia".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG