Concentração de mosquitos incomoda população em Arruda dos Vinhos

Grande concentração de mosquitos incomoda população de Arruda dos Vinhos

Uma grande concentração de mosquitos está a causar incómodos à população de Arruda dos Vinhos, pelo que a câmara municipal está a reforçar as ações de desinfestação, segundo os autarcas.

Apesar da concentração de mosquitos ser hoje menos intensa, Graça Dinis e António Joaquim Reis, presidentes das juntas de freguesias de Arruda dos Vinhos e de Cardosas, onde o problema se verifica, disseram que desde domingo se aperceberam da existência "anormal" dos mosquitos.

"É muito incomodativo", declarou o autarca de Cardosas, enquanto a presidente da Junta de Arruda dos Vinhos sublinhou não conseguir mesmo abrir a boca quando circula na rua.

A vice-presidente da câmara municipal, Rute Miriam, afirmou que, apesar dos incómodos, o município apenas recebeu uma queixa.

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo esclareceu que ninguém recorreu ao centro de saúde com quaisquer sintomas associados à mordidela dos mosquitos.

As duas entidades apontaram como causas "o calor, as alterações climáticas e a água parada" no rio Grande da Pipa, que atravessa a vila.

A vice-presidente da câmara adiantou que, na semana passada, já foi feita uma desinfestação em zonas públicas, abrangendo locais junto às linhas de água, e que na sexta-feira vai haver uma outra ação semelhante.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG