Coimbra presta homenagem a Padre António Vieira

A Universidade de Coimbra vai prestar uma homenagem ao padre António Vieira na segunda-feira, 350 anos depois de o sacerdote jesuíta ter pregado o seu único sermão em Coimbra.

A homenagem pretende comemorar os 350 anos do sermão de Santa Catarina, o único pregado pelo padre António Vieira em Coimbra, a 25 de novembro de 1663, sendo uma forma de "honrar esta memória", explicou à agência Lusa Clara Almeida Santos, vice-reitora da Universidade de Coimbra (UC).

As comemorações começam às 17:30 de segunda-feira, no auditório da reitoria da UC, com a apresentação da obra completa do padre António Vieira, lançada pela editora Círculo de Leitores, que reúne todos os textos do sacerdote em 30 volumes, estando presentes nessa sessão, entre outros, o reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva, o historiador José Pacheco Pereira, o antigo presidente da Assembleia da República, António Almeida Santos, e Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra.

O ator brasileiro Lima Duarte vai recriar, às 19:00, na Capela de São Miguel, no Pátio das Escolas da UC, excertos dos sermões do padre António Vieira, ocupando o mesmo púlpito onde há 350 anos o filósofo jesuíta pregou o sermão de Santa Catarina.

As comemorações terminam no Teatro Académico Gil Vicente, às 21:30, com a exibição do filme de Manoel de Oliveira, "Palavra e Utopia", em que Lima Duarte faz parte do elenco.

A exibição vai contar com a presença do realizador português, estando a introdução do filme a cargo de Guilherme D' Oliveira Martins.

Esta homenagem, segundo a vice-reitora da UC, é também "uma forma de realçar a história que une Portugal e o Brasil", referindo que "o padre António Vieira continua a ser um nome maior da língua e da cultura portuguesa".

"É um momento absolutamente único e histórico", classificou Clara Almeida Santos, considerando "importante relembrar os textos do padre António Vieira, que permanecem muito atuais"

Mais Notícias

Outras Notícias GMG