Circulação de comboios com perturbações no Carnaval

A CP -- Comboios de Portugal alertou ontem para fortes perturbações e supressões em todos os serviços na próxima terça-feira, dia de Carnaval, devido à greve de revisores e maquinistas, com os efeitos a sentir-se desde segunda-feira.

Numa nota enviada aos clientes, a empresa informou que são esperadas fortes perturbações na circulação de comboios com supressões em todos os serviços no dia de Carnaval, considerado feriado para efeitos de circulação.

Logo na segunda-feira, a CP prevê atrasos e supressões de comboios com especial incidência ao final do dia e, na quarta-feira, durante o período da manhã.

Durante o período de greve, não serão cobradas taxas de reembolso ou de revalidação sobre os comboios suprimidos em virtude da greve, nos serviços de Longo Curso e Regionais.

A CP antecipa ainda perturbações ao longo de todo o mês de fevereiro nos serviços Urbanos, Regional e InterRegional, resultado da contestação dos trabalhadores à alteração da legislação que reduziu para metade o valor pago pelo trabalho extraordinário e em dia feriado.

Segundo a empresa, no ano passado, foram suprimidos, por motivos de greve, 30.445 comboios o que representa 7% dos comboios programados, segundo a empresa.

No último ano, as receitas do tráfego diminuíram um milhão de euros, para 211 milhões de euros, o que é justificado com a perda de 11,4% de passageiros, a que "não foi alheio o elevado número de greves que ocorreram durante todo o ano, com especial significado no último trimestre".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG