PJ detém responsável por incêndio florestal

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, identificou e deteve um homem, de 47 anos de idade, por fortes suspeitas de autoria de um crime de incêndio florestal, ocorrido na primeira quinzena do mês de julho passado, no concelho de Loures.

Os factos ocorreram numa tarde em que o calor na atmosfera registava uma temperatura superior a 35.º e teve origem numa queima de sobrantes realizada irregularmente pelo detido.

Perante esta situação, o fogo alastrou rapidamente, destruindo cerca de quatro hectares de mato, tendo, igualmente, posto em perigo um conjunto de residências próximas e um rebanho com cerca de cem cabeças de gado que ali pastava.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG