PJ detém autor de assaltos e sequestros

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Centro, deteve um homem, último elemento de um grupo de cinco, pela presumível autoria da prática de dois crimes de roubo com sequestro e incêndio de veículo, ocorridos em outubro de 2012, entre Castelo Branco e Idanha-a-Nova.

Em comunicado, a PJ refere que a detenção é o culminar de "uma complexa investigação", reportando-se os factos a uma madrugada do mês de outubro de 2012. As duas vítimas foram violentamente agredidas e, sob a ameaça de armas de fogo, obrigadas a entrar na bagageira de uma viatura, onde permaneceram privadas da sua liberdade durante mais de seis horas, tendo sido previamente espoliadas dos seus pertences, designadamente cartões de multibanco, que vieram a ser utilizados em diversos levantamentos e pagamentos.

Os restantes elementos do grupo haviam já sido detidos pela PJ, pela prática de crimes especialmente violentos, com recurso a armas de fogo, sendo que dois deles estiveram envolvidos num assalto a um banco e num roubo com sequestro de um casal e do filho menor, no interior da sua própria casa.

O agora detido, de 45 anos, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações periódicas no posto policial da área da sua residência.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG