Obras de Eça inspiram semana gastronómica em Leiria

"Os Maias", "O Crime do Padre Amaro" ou "A Cidade e as Serras" estão entre as obras que inspiram uma semana gastronómica em Leiria, com início na segunda-feira, na Escola de Sabores da Escola Profissional local.

Na ementa da semana gastronómica queirosiana, uma organização da Câmara de Leiria em parceria com o estabelecimento de ensino, constam, também, os romances "O Primo Basílio" e "A Ilustre Casa de Ramires".

Na quarta-feira, por exemplo, a proposta começa com uma "Sopa muito quente com macarrão", referenciada n'"O Primo Basílio", continuando a viagem gastronómica e literária com "Os Maias" e com "Lombo assado... de porco", acompanhado de "Arroz de favas", que Jacinto, n'"A Cidade e as Serras", elogia. À sobremesa, mantém-se esta última obra, com "Pudim, doce de ovos e laranjas geladas".

Mas ao longo da semana outros pratos dão a conhecer a obra de Eça de Queiroz, que chegou a Leiria em 1870 para assumir o cargo de administrador do concelho e onde esteve cerca de um ano. Aqui escreveu "O Crime do Padre Amaro" que tem na "Sopa Juliana" e na "Cabidela... de galinha" os pratos que vão ser elaborados na cozinha e restaurante de formação da Escola Profissional de Leiria.

Alberto Vaz, "chef" e formador na Escola de Sabores, explicou que o ponto de partida para a semana gastronómica queirosiana foi a "pesquisa feita em sintonia com as professoras da disciplina de Português".

"Toda a parte gastronómica, a elaboração da ementa, a conjugação dos pratos, foi o curso de Cozinha, com a integração dos alunos nesta pesquisa", adiantou.

Segundo Alberto Vaz, este trabalho foi facilitado pela "adjetivação" nas obras de Eça: "Nos grandes banquetes, com as cores, com os cheiros, com os aromas, a maneira das personagens se apresentarem, leva-nos a que se consiga enriquecer a mesa", exemplificou.

Com iguarias de "cariz mais tradicional" -- "Caldo de galinha com fígados e moelas" ou o "Creme queimado" (leite creme), ambos de "A Cidade e as Serras", mas também a "Sopa seca" de "A Ilustre Casa de Ramires" -, a escola apresenta, igualmente, cozinha "mais 'gourmet'" influenciada pelo Hotel Central d'"Os Maias".

Neste último caso, o "chef" Alberto Vaz destacou o prato principal de quinta-feira - "Sole normande com petits pois à la Cohen", em referência a Jacob Cohen, convidado do banquete do hotel, - ou "Creme de legumes com... tomates Farcies", na sexta-feira.

A semana gastronómica queirosiana integra o programa "Eça 2014", com o qual o município quer "atrair mais pessoas a Leiria para ficarem a conhecer o escritor, a sua obra e a cidade", disse à agência Lusa o vereador com o pelouro da Cultura, Gonçalo Lopes.

O responsável salientou que "um motivo importante das obras de Eça de Queiroz é a descrição que fazia dos diversos pratos nos diversos livros que escreveu", pelo que "não podia faltar a gastronomia" neste programa.

"Tanto mais que Leiria tem uma escola profissional que pode aliar a formação dos alunos e também este aspeto inovador de ementas antigas e literárias", afirmou Gonçalo Lopes, antevendo sala cheia na Escola de Sabores, onde se vai saborear comida mas também "um pouco da cultura literária" de Eça de Queiroz, declarou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG