Explosão de gás em Leiria fere duas meninas

Duas crianças ficaram com queimaduras de primeiro e segundo graus depois de uma explosão de gás esta tarde na moradia onde vivem, em Carvide, Leiria, disse fonte dos Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria.

O adjunto do comandante dos Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria, Raúl Veríssimo, informou que as duas raparigas, de 10 e 14 anos, foram transportadas para o Centro Hospitalar de Leiria-Pombal, assim como a mãe, que se encontrava em estado de choque.

A de 14 anos apresentava queimaduras de primeiro e segundo graus em 20% do corpo, ao nível da face e membros inferiores. A irmã possui queimaduras em 15% do corpo, nos membros superiores e também na face, descreveu.

Raúl Veríssimo, ainda no local da explosão, sublinhou que as meninas "não correm risco de vida".

A moradia encontra-se "totalmente destruída, exceto as águas furtadas. Até o portão da garagem saltou fora", salientou o adjunto do comandante da corporação, acrescentando que a moradia não reúne condições de habitabilidade.

"Suspeito que a explosão se deva a uma fuga de gás na cozinha", que provocou um incêndio, ainda ativo quando os bombeiros chegaram ao local, indicou Raúl Veríssimo.

O alerta foi dado às 17:58 e no local estiveram 15 elementos dos Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria, apoiados por quatro viaturas, da GNR e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que se deslocaram numa Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG