Bragança retira mais doentes aos convencionados

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste vai alargar a outros exames a medida recentemente tomada para as análises clínicas e contestada pelos laboratórios privados que vão avançar com ações judicias pela retirada de doentes aos convencionados.

Em declarações à Lusa, o presidente do conselho de administração da ULS, António Marçôa, disse não estar "minimamente preocupado" com a contestação dos laboratórios privados e defende que "não tem sequer qualquer lógica" continuar a encaminhar os utentes para os convencionados quando existe capacidade de resposta nas unidades públicas.

Depois da patologia, a medida será alargada também à imagiologia e até "ao final do primeiro semestre", o presidente da ULS quer que os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) passem também a efetuar exames como raios X ou ecografias nos hospitais da região.

A medida abrange apenas os utentes de Bragança, Mirandela e Macedo de Cavaleiros, onde estão localizados os três hospitais que passam a assegurar os meios complementares de diagnóstico.

A administração da ULS, que gere as três unidades e os 15 centros de saúde da região, pretende ainda reduzir o recurso a convencionados em outras valências como fisioterapia, gastrenterologia e cardiologia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG