Barreiras Duarte arrisca ter de frequentar aulas para ter o doutoramento

Parecer da Comissão Científica deverá ser adotado pelo Conselho Científico da UAL no início de maio

O ex-vice-presidente do PSD Feliciano Barreiras Duarte arrisca-se a ser obrigado a frequentar as aulas de doutoramento na Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) para manter este seu grau académico. Uma consequência ainda do facto de ter inscrito no seu currículo ter sido visiting scholar na Universidade de Berkeley, nos EUA, o que não era verdade.

A notícia é avançada esta terça-feira pela revista Sábado, segundo a qual a Comissão Científica de Direito da UAL recomendou, em parecer aprovado segunda-feira, que Barreiras Duarte frequente as aulas a que tinha sido dispensado devido ao seu percurso profissional e currículo académico.

A comissão entende que, uma vez que o seu alegado estatuto académico nos EUA teve grande importância na decisão de o dispensar das aulas de doutoramento, e porque afinal tal não corresponde à verdade, então a frequência volta a ser exigida.

Esta posição terá ainda de ser confirmada pelo Conselho Científico da UAL, decisão que, segundo a Sábado, deverá acontecer na primeira semana de maio.

Feliciano Barreiras Duarte, escolha do novo líder social-democrata, Rui Rio, demitiu-se do cargo de vice-presidente do PSD um mês após a eleição, envolvido nas polémicas do currículo falseado e de suspeitas de recebimento de subsídios indevidos do Parlamento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG