Assunção Cristas reafirma listas separadas com o PSD

Assunção Cristas chegou pelas 10.10, acompanhada do marido, ao recinto do 27º congresso nacional do CDS, em Lamego

A líder do CDS reafirmou esta manhã, questionada pelo DN, que a intenção do seu partido é apresentar-se nas próprias eleições legislativas em "listas autónomas" face ao PSD

Dizendo que o seu objetivo máximo é que o "centro-direita" [PSD+CDS] tenha 116 ou mais deputados [ou seja, maioria absoluta], Assunção Cristas acrescentou que no seu entender - e da moção que apresenta - "a melhor forma" disso acontecer é que os dois partidos se apresentem "autonomamente".

Esta opção não é exatamente pacífica dentro do partido, havendo dirigentes, como Filipe Lobo d'Ávila, que defendem que listas separadas entre o PSD e o CDS nas próximas legislativas ajudam o PS a vencer. Para Cristas, a opção insere-se numa estratégia de afirmação do CDS-PP como um "grande partido do centro e da direita".

Cristas explicou ainda a escolha de Lamego para palco do 27º congresso do CDS dizendo: "É preciso virmos ao interior".

O congresso irá iniciar-se esta manhã com uma homenagem a Adriano Moreira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG