Armazenamento de água subiu em 11 bacias hidrográficas

Onze bacias hidrográficas registaram uma subida do volume de armazenamento de água em janeiro de 2013, comparativamente ao último dia de dezembro, segundo dados do último boletim de armazenamento de albufeiras do Instituto da Água (INAG).

De acordo com o INAG, no último dia do mês de janeiro e comparativamente ao último dia do mês de dezembro, verificou-se um aumento do volume armazenado em 11 bacias e a descida em uma.

Das 60 albufeiras monitorizadas pelo Instituto, 32 apresentaram disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e uma tinha disponibilidade inferior a 40%.

Os níveis máximos de armazenamento de água ocorreram em janeiro nas bacias do Ave (89%), Guadiana (89%), Tejo (88%), Mira (83%), Lima 81,3%) e Cávado (73,8%), enquanto os níveis mais baixos aconteceram no Arade (59,1%), Barlavento (65,9%) e Oeste (66,2%).

Segundo o INAG, os armazenamentos de janeiro deste ano, por bacia hidrográfica, são superiores às médias de janeiro (1990/91 a 2011/12), exceto para as bacias do Douro, Ribeiras do Oeste e Ribeiras do Algarve.

A cada bacia hidrográfica pode corresponder mais do que uma albufeira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG