Agrediu e esfaqueou o pai até à morte

Depois de ter assassinado o pai, o homem de 42 anos ainda escondeu o corpo e participou o desaparecimento do idoso

Um homem de 42 anos foi detido pela Polícia Judiciária de Portimão por suspeita de homicídio qualificado, sendo a vítima o seu próprio pai, um idoso residente na zona de São Bartolomeu de Messines.

A PJ chegou ao suspeito porque este tinha participado o desaparecimento do seu pai, o que fez abrir uma investigação.

Os inspetores descobriram que o crime, com contornos violentos, ocorreu no feriado do 15 de agosto, no interior da casa onde vivia o idoso. O suspeito espancou o pai com uma peça de um aspirador e desferiu-lhe diversas facadas que lhe provocaram a morte, concluiu a PJ.

O homem terá depois escondido o corpo. Tentou ainda enganar as autoridades participando o desaparecimento do progenitor idoso.

O suspeito ia hoje ser presente a primeiro interrogatório judicial.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG