47% dos alunos com negativa a Português

Quarenta e sete por cento dos alunos do 4.º ano tiveram negativa na prova final de Português. O desempenho a Matemática foi melhor e só 36% tiveram uma classificação igual ou inferior ao nível 2.

As provas finais do 1.º Ciclo do Ensino Básico foram realizadas em 1152 escolas em Portugal, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português. No total, cerca de 106 mil alunos fizeram as duas provas, que pela primeira vez este ano tinham peso na nota final.

A média nacional das classificações a Português é de 48,7%, ou seja, negativa, sendo que o desempenho dos alunos a Matemática acabou por ser melhor, com a média a ficar nos 56,9%.

No extremo oposto estão 740 alunos (apenas 1%), que conseguiram a classificação máxima, o nível cinco, em Português. Mais uma vez os resultados foram melhores no exame de Matemática, com 5339 crianças (5%) a conseguirem a nota máxima.

O balanço foi divulgado hoje pelo Ministério da Educação e Ciência, que realça como as provas decorreram num clima de "grande normalidade".

Como se trata do primeiro ano de exames no 4.º ano e o resultado só conta 25% para a nota final do aluno, a maior parte das crianças transita para o 5.º ano, mesmo tendo negativa na prova, explica o vice-presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima.

Analisando a prova de Português ao pormenor, é possível perceber que os alunos tiveram mais dificuldades nos domínios da Leitura e da Escrita, em que a percentagem que obteve um desempenho igual ou superior a 3 foi de apenas 34%.

Uma análise dos resultados na prova de Matemática mostra-nos que a percentagem de alunos com um desempenho de nível igual ou superior a 3 foi menor no tema Geometria e Medida, 50%.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG