4 mil reclusos fazem voluntariado nas prisões em 2012

Perto de 4.000 reclusos participaram em 2012 em 214 projetos de voluntariado nas prisões portuguesas, que envolveram 724 voluntários, segundo dados da Direção-Geral dos Serviços Prisionais (DGSP).

De acordo com os dados do relatório "Voluntariado em meio prisional", publicados no site da DGSP, foram realizados menos 21 projetos nesse ano face a 2011.

Os projetos, que deram origem a 4229 ações de voluntariado, foram promovidas por 95 instituições, abrangeram 46 prisões e envolveram 3.889 reclusos, refere o relatório.

"Apenas quatro estabelecimentos prisionais não registaram atividade nesta área", entre os quais o Estabelecimento Prisional Regional de Vale do Sousa e as zonas prisionais da Polícia Judiciária de Lisboa e do Porto, acrescenta.

Em média, participaram nas ações de voluntariados nove reclusos e dois voluntários.

Houve reclusos que participaram em várias projetos, totalizando 39.162 presenças nas 4.229 ações de voluntariadas realizadas em 2012.

Desde 2009, ano em que o voluntariado foi dinamizado com a implementação do Manual de Gestão do Voluntariado em Meio Prisional, os projetos realizados em meio prisional tinham vindo a crescer, passando de 74 em 2008, para 233 no ano seguinte e para 236 em 2010.

Em 2011 foram realizados 235 projetos de voluntariados nas prisões, número que desceu para 214 em 2010.

O maior número de ações (1.080) visou o "desenvolvimento de competências pessoais e sociais", seguindo-se o "desenvolvimento de atividades culturais e artísticas" (816), a "visita solidária" (593), a "oferta de bens" (468) e a "promoção do desporto e estilos de vida saudáveis" (391).

Do total dos projetos, 303 foram ainda dedicados ao relaxamento e meditação", 300 à "ligação com a comunidade de origem ou inserção", 248 ao "apoio a atividades educativas e formativas", 22 à "melhoria dos espaços prisionais" e oito projetivos foram de "apoio a necessidades jurídicas".

Em 31 de dezembro de 2012, as prisões portuguesas acolhiam 13.614 reclusos, dos quais 2.661 eram presos preventivos e 130 inimputáveis

Mais Notícias

Outras Notícias GMG