37. Areal da Ilha de Porto Santo

São nove quilómetros de areia a sul, fina e dourada, que abraçam um mar quente espelhado de verde-azul. A sua fama já correu mundo e há quem lhe chame "Caraíbas do Atlântico". Apesar de pequena consegue subdividir-se em várias praias com nome próprio. Um alerta. Nem todas possuem bandeira azul. Só a Fontinha e o Ribeiro Salgado têm o direito a hasteá-la.

Mas isso não impede que se percorra a linha que vai da Praia da Calheta à Praia do Penedo. A ponta da Calheta é um dos cantinhos mais especiais da ilha. Por entre as rochas calcárias formam-se poças transparentes adoradas pelas crianças. Em frente o ilhéu da Cal situado no extremo leste. Na zona dos hotéis encontra-se a praia do Cabeço frequentada, sobretudo, por turistas conhecedores do efeito terapêutico das areias. Restaurantes, bares acompanham a procura.

O mesmo acontece na sua vizinha praia das Pedras Pretas, só que esta contrasta com um apoio familiar de residentes. Embora não tenha as infra-estruturas necessárias para a atribuição de Bandeira Azul são muitos os que a procuram, daí que haja um nadador-salvador, posto de socorros, um bar e até um chuveiro. Mas no Porto Santo tudo é tão perto. A sugestão é deixar-se ir sem olhar para o relógio.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG