22 concelhos em risco máximo em Portugal

Vinte e dois concelhos de Portugal continental estão hoje em "risco máximo" de incêndio, o mais grave de uma escala de cinco, informa o Instituto de Meteorologia (IM).

O distrito da Guarda é que tem mais concelhos em risco máximo de incêndio (sete), seguido de Coimbra (quatro), Castelo Branco, Leiria e Viseu (todos com três), Santarém (dois) e Faro (um).

Segundo o Instituto de Meteorologia, estão ainda em "risco muito elevado" de incêndio 83 concelhos de Portugal Continental.

O risco de incêndio, determinado pelo IM, engloba cinco níveis, variando entre "reduzido" e "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores, observados às 13:00, da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

Na sexta-feira foram contabilizadas 140 ocorrências, combatidas por 2.664 operacionais, apoiados por 723 veículos.

Desde as 00:00 de hoje, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) contabilizou 40 incêndios, um dos quais ainda estava em curso às 08:00.

O IM prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, com o vento a soprar em geral fraco (inferior a 20 km/h) do quadrante norte,

soprando moderado (25 a 35 km/h), de noroeste no litoral

oeste em especial durante a tarde e a sul do cabo Carvoeiro e

de sudoeste no sotavento algarvio durante a tarde.

Prevê-se ainda neblina ou nevoeiro matinal no litoral da região Centro e uma pequena subida da temperatura máxima.

As temperaturas máximas esperadas para hoje são de 30ºC em Lisboa, 24ºC no Porto e 31ºC em Faro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG