15 prisioneiros entram em greve de fome em Monsanto

Quinze reclusos do Estabelecimento Prisional de Monsanto, cadeia de alta segurança, entraram hoje em greve de fome, em protesto contra a greve dos guardas prisionais que está a decorrer, apurou o DN.

O protesto surge após vários guardas prisionais que estavam em greve ao período noturno e fins de semana terem optado por fazer greve continuada, como convocada pelo Sindicato Independente da Guarda Prisional.

Os reclusos consideram que esta alteração os prejudica, uma vez que vai perturbar as suas visitas e acesso a telefonemas. Como forma de pressão sobre os guardas grevistas, dezena e meia de prisioneiros anunciou hoje o seu protesto através de greve de fome.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG