14 detidos em operação contra fraude com cartas de condução

20 escolas de condução estarão ligadas ao esquema. Pessoas sem saber ler nem escrever pagavam para passar exame

Está a decorrer desde o início do dia uma operação da Polícia Judiciária no norte do País para desmantelar uma rede de corrupção com cartas de condução, confirmou o DN.

Catorze pessoas foram já detidas na sequência de 70 buscas domiciliárias e não domiciliárias: oito examinadores e seis responsáveis e funcionários de escolas.

Vinte escolas de condução do norte do País estarão sob investigação e ainda o centro de exames do ACP do Porto.

O esquema terá permitido a cerca de 200 pessoas passarem em exames de código mediante o pagamento de cinco mil euros ao líder desta rede. Segundo a SIC Notícias, que avaçou a informação, algumas destas pessoas não saberiam sequer ler nem escrever, sendo usados meios tecnológicos bastante avançados, nomeadamente microcâmaras que divulgavam para o exterior as perguntas dos exames e rádios através dos quais recebiam as respostas corretas.

A operação pôs 150 inspetores no terreno e a investigação já durava há dois anos.

Para já, a Polícia Judiciária só avança que a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária está desde o início do dia a desenvolver uma operação na zona norte do país, tendo já detido várias pessoas por suspeitas de corrupção.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG