Suspeitas de burla em negócio de blindados militares

Relatório revela que o Estado não recebeu sequer 10% dos 516 milhões de euros de contrapartidas previstas no contrato.

Documento a que DN teve acesso revela que a empresa fornecedora das Pandur tem usado uma "metodologia própria com o propósito de sobrevalorizar as contrapartidas já executadas".

O relatório indica que os responsáveis pelo acompanhamento e pela fiscalização dos contratos não cumpriram a legislação, tendo aceitado documentos à margem da lei. Caso está a ser investigado pelo DCIAP.

Leia mais no e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG