Soares desafia Seguro a demitir-se da liderança socialista

Mário Soares desafiou hoje António José Seguro a demitir-se em vez de "dizer asneiras".

"O Seguro se quisesse ter um gesto patriótico em vez de dizer asneiras era demitir-se", disse o fundador do PS.

Mário Soares falava numa palestra em Portimão sobre "A democracia: o passado, o presente e o futuro", realizada no café concerto do Teatro Municipal.

Em demitindo-se, Seguro "podia salvar qualquer coisa". "Se não o fizer sai muito mal. Ele tem passado, foi associado principal da direita, grande amigo do Presidente da República", disse ainda.

Mário Soares já anunciou ser apoiante de António Costa na corrida à liderança do PS.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG