Ribeiro e Castro avança contra Nuno Magalhães

Deputado centrista candidata-se a líder parlamentar da bancada do CDS, que marcou eleições para esta quinta-feira. Há um ano, em idêntica votação, teve um voto.

O deputado do CDS, José Ribeiro e Castro, revelou esta quarta-feira à tarde, no Parlamento, que se candidata à liderança da bancada parlamentar do CDS, que vai a votos na quinta-feira entre as 12.00 e as 15.30.

O seu adversário é Nuno Magalhães, que se recandidata ao cargo que exerce desde o início da legislatura. Já há um ano, em idêntica votação, Ribeiro e Castro teve um voto, Magalhães 23. A candidatura do antigo líder centrista foi apresentada aos deputados do CDS na reunião da bancada na quarta-feira de manhã.

Ribeiro e Castro diz que pretende, com a sua candidatura, promover um debate sobre o "funcionamento do sistema político", retomando algumas das ideias de um recente Manifesto - de que o deputado do CDS foi um dos subscritores - que defendia essa reforma da lei eleitoral e do sistema político.

Para o parlamentar, a bancada centrista deve "empenhar-se" nessa reforma, no momento em que se inicia a "última sessão legislativa".

Ribeiro e Castro está contra o que diz ser a "consumadocracia", que é como quem diz "a democracia do facto consumado", e em que "o Parlamento entrou num caudal de tarefismo", sem tempo para o debate. E exemplificou, com um mea culpa: "Sinto-me envergonhado com a aprovação de uma lei que proibia os reformados de trabalharem gratuitamente."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG