Reunião terminará com comunicado conjunto

A reunião entre delegações do PSD e do CDS-PP que teve início hoje, às 19:00 horas, em Lisboa, deverá terminar com a emissão de um comunicado conjunto.

Não estão previstas declarações à imprensa, adiantaram à Lusa fontes dos dois partidos.

O presidente do PSD e primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e o presidente do CDS-PP e ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, não participam nesta reunião.

Os dirigentes que compõem a delegação do CDS-PP - António Pires de Lima, Nuno Melo, Luís Queiró, Nuno Magalhães e Teresa Caeiro - foram os primeiros a chegar ao hotel Tivoli, local escolhido para esta reunião.

Logo depois, minutos antes das 19:00 horas, chegaram os representantes do PSD - Jorge Moreira da Silva, José Matos Rosa, Luís Montenegro, Pedro Pinto e Teresa Leal Coelho.

As delegações do PSD e do CDS-PP encontram-se reunidas na sala Pardal Monteiro, frente a frente numa mesa, com os sociais-democratas alinhados de um lado e os centristas do outro.

Bandeiras de Portugal, da União Europeia, do PSD e do CDS-PP estão dispostas ao fundo da mesa.

Esta reunião foi pedida pela Comissão Política Nacional do PSD à direção do CDS-PP com o objetivo de "obter a indispensável manifestação de apoio ao acordo político de coligação" assinado em junho do ano passado e também "às decisões e estratégia do Governo em matéria de consolidação orçamental e ajustamento estrutural, visando uma trajetória de crescimento sustentável", através de um comunicado divulgado pelas 00:30 de hoje.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG