Recurso suspende providência cautelar contra Menezes

PSD recorreu para o Tribunal Constitucional, questionando a legitimidade do movimento "Revolução Branca" para impugnar as candidaturas autárquicas.

Um recurso do PSD para o Tribunal Constitucional suspendeu a decisão de um tribunal do Porto que tinha considerado a candidatura de Luís Filipe Menezes à autarquia local como ilegal à luz da lei da limitação dos mandatos autárquicos. Segundo informações recolhidas pelo DN, o partido que apoia Menezes questionou, no recurso, a legitimidade do Movimento Revolução Branca para impugnar as candidaturas autárquicas.

Recorde-se que, em Abril, um tribunal de Cível do Porto tinha decidido que Luís Filipe Menezes estava impedido de se candidatar à Câmara do Porto por já ter cumprido três mandatos como presidente de Vila Nova de Gaia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG