PSD e CDS querem diálogo com parceiros... mas mais tarde

PSD e CDS-PP manifestaram disponibilidade para reforçar o diálogo com os parceiros sociais mas defenderam que o atual momento "é o tempo dos partidos".

"Nós vemos com bons olhos essa iniciativa mas agora é o tempo dos partidos, é o tempo da política, mas depois, no desenvolvimento daquilo que desejamos, que é o acordo, julgamos que é necessário promover e intensificar esse diálogo", afirmou o líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães.

O Diário Económico titula hoje que "os parceiros sociais querem ser ouvidos na salvação nacional". Segundo aquele jornal, os parceiros sociais "querem ser ouvidos na discussão sobre a reforma do Estado, para que seja objeto de um amplo consenso".

Questionado no Parlamento, o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro frisou que "o compromisso nacional" está centrado "na expressão da vontade política dos principais partidos políticos portugueses".

Mais Notícias