PS: Não houve nem há encontros marcados com maioria PSD/CDS

O líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, afirmou hoje que não houve conversações nem há encontros marcados entre os socialistas e a maioria PSD/CDS-PP sobre alterações ao Orçamento do Estado para 2012.

Em declarações aos jornalistas, no Parlamento, Carlos Zorrinho adiantou que o que está previsto é que o PS possa "esclarecer" as suas propostas de alteração ao orçamento depois de as apresentar, ainda não tendo data prevista para essa apresentação, que pode ser feita até ao final da próxima segunda-feira, recordou.

"Não houve nenhuma conversação. O que eu sempre disse foi que uma vez apresentadas as propostas o PS estaria disponível para as esclarecer. Como ainda não as apresentámos em concreto, também ainda não tivemos pedidos de esclarecimento", declarou o socialista, acrescentando que ainda não há "encontros marcados".

Carlos Zorrinho assinalou que o PS está a preparar as suas propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2012 "numa lógica de audição muito alargada da sociedade civil", porque dá muita importância à "mobilização que é preciso fazer dos portugueses para o período difícil" que vão viver.

"Nós criticámos o Governo por ter apresentado o Orçamento não tendo ouvido o PS, não tendo ouvido muitas das entidades da sociedade civil, não tendo ouvido inclusivamente o Conselho Económico e Social, o que obrigou a que a discussão tivesse sido adiada uma semana", referiu.

Segundo o líder parlamentar do PS, para contribuir para "essa mobilização dos portugueses" os socialistas querem "ouvir sugestões" dos portugueses "e, ao mesmo tempo, introduzir no orçamento alguns factores de dinamização económica e alguns factores de equidade".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG