PS não capitalizou descontentamento, diz Marques Mendes

A vitória do PS nas europeias resolveu o problema da liderança de António José Seguro mas, numa lógica nacional, "nem de perto nem de longe" se afirma como alternativa à coligação aos partidos da direita, disse este domingo Marques Mendes.

Com as previsões a tornarem possível uma diferença de apenas sete pontos percentuais entre PS e a coligação PSD/CDS, Marques Mendes argumentou que o resultado deste domingo "deixa tudo em aberto" para as legislativas de 2015.

"O PS não conseguiu polarizar o descontentamento à esquerda", sublinhou o comentador na SIC, adiantando que essa ilação é reforçada pelo facto de "dois terços dos eleitores" terem ficado "em casa".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG