PCP sublinha "pesada responsabilidade dos governos"

O PCP entregou esta segunda-feira cerca de 70 propostas de alteração ao relatório da comissão de inquérito aos estaleiros navais de Viana do Castelo, para deixar claro a "pesada responsabilidade" dos Governos e administrações.

A deputada Carla Cruz afirmou em conferência de imprensa que "nestas propostas, baseadas em factos objetivos e em informações recolhidas ao longo do inquérito, queremos deixar registada a pesada responsabilidade dos governos e das sucessivas administrações dos ENVC por eles nomeadas no processo que conduziu ao desmantelamento da empresa".

Entre as conclusões que vai propor, o PCP destacou que "resultou claramente dos trabalhos" da comissão o "peso que a decisão de cancelamento das encomendas para a Marinha, o arrastamento sem execução dos navios asfalteiros para a Venezuela e o inacreditável processo dos navios Atlântida e Anticiclone tiveram como motivos justificadores da decisão final de encerramento".

Para Carla Cruz, o relatório da deputada do PSD Ângela Guerra apresenta "conclusões parciais" e refletem a "visão governamentalizada dos acontecimentos que rodearam a decisão de liquidar" os ENVC. "Assumem o claro propósito de proteger o desempenho do ministro da Defesa Nacional [José Pedro Aguiar-Branco] neste processo".

A comissão de inquérito que visou o apuramento das responsabilidades reúne-se na terça-feira para discutir e votar o relatório e propostas de alteração.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG