Passos diz que vai garantir "fórmula" para estabilidade do Governo

À saída da audiência com o Presidente da República, o primeiro-ministro disse que se comprometeu "com Paulo Portas a encontrar a melhor fórmula" para garantir "o mais breve possível" a estabilidade do Governo.

O líder do Governo frisou que vai procurar junto dos dois partido que compõe a coligação de Governo, PSD e CDS, "o reforço político".

Pedro Passos Coelho sublinhou que fará tudo o que "for necessário para que o Governo prossiga o seu trabalho de forma patriótica". De forma a garantir o cumprimento do programa de ajustamento e o regresso de Portugal aos mercados.

Segundo o Expresso, Cavaco terá avisado os dois líderes da coligação, antes do encontro que agora está a decorrer, que a sua decisão dependia da solidez da solução que viesse a ser apresentada. E Passos admitiu que caberá ao Presidente da República fazer a sua avaliação da solução apresentada.

Ainda em Belém, Passos disse que nos encontros com Paulo Portas, três até ao momento, foi possível esclarecer que a sua decisão foi tomada a "nível pessoal" e não envolve o apoio do CDS ao Governo.

O Diário Económico garante que Cavaco Silva exige que o líder do CDS se mantenha como ministro. A solução apresentada mantinha o CDS no Governo mas sem a presença de Portas.

O Jornal i assegura que Jorge Moreira da Silva é o novo ministro dos Negócios Estrangeiros. O vice-presidente do PSD substitui Paulo Portas que pediu a demissão na passada terça-feira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG