Passos assume derrota mas mantém "caminho trilhado"

Presidente do PSD diz que há leituras nacionais a fazer da "vitória expressiva do PS", mas anuncia que vêm aí "sacrifícios para o futuro". E confessa que o seu partido teve "um dos piores resultados" em autárquicas.

Numa declaração de cinco minutos e meio, sem direito a perguntas dos jornalistas (como já tinha feito o porta-voz do PSD, Marco António Costa, na primeira declaração do partido), Passos Coelho admitiu que "há leituras nacionais" a fazer destas eleições autárquicas, que foram ganhas com uma "vitória expressiva do PS".

O "resultado claramente negativo para o PSD", como classificou o presidente social-democrata, não o faz desviar um milímetro do "caminho trilhado" pelo Governo de coligação.

O tempo que aí vem, avisou, "exigirá decidir ainda matérias com relevo e sacrifícios para o futuro". Mas é "esse caminho" que o Governo vem "trilhando" que dará a "possibilidade" a Portugal, segundo Passos Coelho, "de encerrar o programa de assistência".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG