"Não tenho medo dos insultos da direita", diz Sócrates

O ex-primeiro-minsitro José Sócrates afirmou hoje que apenas estará presente no almoço socialista da Trindade, não descendo o Chiado, não por medo do povo de "direita", mas porque entende que essa ação é para os candidatos.

José Sócrates falava aos jornalistas à chegada ao almoço de campanha do PS na Trindade, em Lisboa, onde foi recebido por cerca de uma dezena de mulheres que gritaram insistentemente "Sócrates, Sócrates".

"Quero esclarecer que venho apenas para um almoço e não vou fazer nenhuma descida do Chiado, porque isso é para os candidatos do PS", alegou.

Interrogado se não desce o Chiado por receio da reação popular, o ex-chefe do Governo contrapôs imediatamente: "Eu nunca tive medo de nada".

"Não tenho medo da direita e muito menos dos insultos da direita", reagiu.

José Sócrates, que chegou ao almoço da Trindade acompanhado pelo eurodeputado socialista cessante Capoulas Santos e pelo deputado do PS André Figueiredo, frisou que não tem neste momento qualquer responsabilidade política no seu partido.

"Não tenho nenhuma responsabilidade política, nem quero regressar à vida política. Não estou em campanha, a não ser para apoiar o meu partido. Venho aqui como mero militante do PS", justificou.

Mais Notícias