Marcelo diz que falta "o essencial" ao manifesto

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou este domingo que falta "o essencial" ao chamado"manifesto dos 70": "Qual é a estratégia para o futuro?"

O comentador da TVI frisou que o documento teve apenas "três subscritores importantes": os responsáveis das confederações patronal e do comércioe da União das Misericórdias, por representarem muitos mais do que eles próprios.

Marcelo adiantou que o manifesto "não é original [e] não tem pernas para andar", tendo ainda "dois pecados mortais": a solução do País só pode ser encontrada no quadro europeu, a par de casos como o grego, e não diz como agir no futuro.

Para o comentador, a exoneração dos dois consultores do Presidente que assinaram o texto, Vítor Martins e Sevinate Pinto, revela que "funciona muito mal a comunicação interna em Belém".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG