João Ferreira promete combate à especulação imobiliária em Lisboa

Comunista diz que a "pandemia deixou a nu uma base sólida de ideias para o desenvolvimento da cidade"

O candidato da CDU à Câmara Municipal de Lisboa nas eleições autárquicas deste ano, João Ferreira, prometeu combater a especulação imobiliária na cidade e fala em política em política de favorecimento ao promotor imobiliário. "Arrasta-se além do que seria admissível", referiu.

O comunista diz que a "pandemia deixou a nu uma base sólida de ideias para o desenvolvimento da cidade", dando o exemplo do encerramento de esquadras, balcões de correio e serviços de saúde.

As autárquicas mais recentes para a Câmara de Lisboa, em 2017, a CDU obteve 9,55% dos votos (24.110) e dois vereadores.

Nesse ano, o PS manteve a liderança da autarquia, com a lista encabeçada pelo socialista Fernando Medina a conquistar oito mandatos, insuficientes, porém, para assegurar a maioria absoluta.

João Ferreira é eurodeputado do PCP desde 2009, sendo vice-presidente do Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Verdes Nórdica (GUE/NGL) e vereador da CDU na Câmara de Lisboa desde 2013.

Esta é a sexta candidatura de João Ferreira pela CDU desde 2013, quando encabeçou, pela primeira vez, a lista para a Câmara de Lisboa, candidatura que repetiu em 2017 e de novo este ano. Em 2014 e 2019 foi 'número 1' da CDU às europeias e já este ano concorreu às eleições presidenciais de janeiro, com o apoio de comunistas e verdes.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG