João Almeida deixa de ser porta-voz do partido

O recém-nomeado secretário de Estado da Administração Interna, João Almeida, vai deixar as funções de porta-voz do CDS, cargo que ocupava há cerca de dois anos, segundo confirmou o ex-deputado ao DN.

A nova 'voz' oficial do partido poderá ser a de Filipe Lobo D'Ávila, o ex-secretário de Estado da Administração Interna, ou Cecília Meireles, antiga secretária de Estado do Turismo e atual deputada.

João Almeida está no 25ºCongresso do CDS-PP que decorre em Oliveira de Bairro, onde Paulo Portas, no discurso de abertura, explicou aos militantes o seu pedido de demissão "irrevogável" e os motivos que levaram o Governo a tomar as medidas de austeridade mais polémicas, como os cortes nas pensões.

Para João Almeida as "explicações foram perfeitamente suficientes" e, no que diz respeito ao esclarecimento sobre o pedido de demissão de julho, que o líder do CDS garantiu não ter sido por "capricho nem por enfado", considera que "justificou a inevitabilidade da decisão naquele momento como a que melhor serviu os interesses do país, como foi demonstrado pelo que aconteceu a seguir" com a recuperação económica.

O secretário de Estado sublinha que "este Congresso era o momento para explicar o que o CDS fez, sem medo de falar sobre questões mais polémicas, como as pensões. Foi um discurso responsável de prestação de contas aos militantes".

Mais Notícias