Jerónimo diz que nomeação de Franquelim Alves é um "escândalo"

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje um "escândalo" a nomeação de Franquelim Alves para secretário de Estado, argumentando que este devia ser responsabilizado pelo "buraco" do BPN, banco no qual foi administrador.

"Quando se esperava, naturalmente, que fossem responsabilizados por esse crime económico, aqui está: este governo de Passos Coelho elege, nomeia o senhor para secretário de Estado", afirmou.

O secretário-geral do PCP falava durante o comício "Por uma alternativa patriótica e de Esquerda. Um futuro digno para o povo e o país", que hoje à tarde decorreu em Faro.

Franquelim Alves, que foi administrador no grupo Sociedade Lusa de Negócios/Banco Português de Negócios (SLN/BPN), substituiu Carlos Nuno Oliveira, na secretaria de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação.

"Para o Governo, o crime compensa. A nomeação de um personagem que foi administrador no BPN é bem o exemplo da natureza das opções ao serviço de quem está neste Governo", sublinhou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG