Governo de Passos é "impreparado" e de "ziguezagues"

O secretário-geral do PS, António José Seguro, considerou hoje que o Governo, ao não lutar por melhores condições para o programa de ajustamento junto da União Europeia, não está a defender os interesses de Portugal.

"Se Portugal pode beneficiar de melhores condições e se o Governo não luta por essas melhores condições, naturalmente que não está a defender os interesses de Portugal", disse António José Seguro hoje na federação do PS/Porto, à margem da reunião com a Plataforma de Cidadania, quando questionado pelos jornalistas se o Governo estaria a perder tempo ao não pedir formalmente melhores condições à União Europeia.

Na opinião do secretário-geral socialista, "a Grécia tem sabido defender os seus interesses, a Espanha tem sabido defender os seus interesses".

"Nós precisamos de ter um Governo com voz firme que defenda os interesses de Portugal na União Europeia", considerou.

Para Seguro, o Governo liderado por Pedro Passos Coelho é "impreparado" e de "ziguezagues", considerando que os interesses de Portugal passam por melhorar as condições de Portugal para fazer o ajustamento.

"Mais tempo, menos juros e mais economia. É esta a fórmula para nós sairmos da crise", enfatizou.

O líder socialista considera por isso que Portugal "só consegue sair desta crise se tiver melhores condições, isto é, mais tempo para a consolidação das suas contas públicas, taxas de juro mais baixas".

"E sobretudo poder criar o ambiente propício à definição de uma estratégia para o crescimento económico e para a economia assente em três prioridades: captação de investimento estrangeiro, apoio ao setor exportador e substituição de importações por aumento da produção nacional de bens e serviços transacionáveis", explicou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG