Fundadora do PSD, Amélia Azevedo, morre aos 92 anos

A fundadora do PSD morreu esta quarta-feira aos 92 anos. Era casada com outro fundador do partido, Amândio Azevedo.

O presidente do PSD enviou esta quarta-feira as suas condolências à família da antiga deputada e fundadora do PSD, Amélia Azevedo.

Numa nota de imprensa, o partido considerou que "a sua falta será sentida, mas o seu nome será lembrado entre nós como uma verdadeira social-democrata, ao serviço de nobres valores e de Portugal".

A militante n.º 120 do PSD "participou diretamente na fundação do PPD e teve um trabalho político muito vasto, nomeadamente em funções parlamentares", pode ler-se no comunicado. Foi também deputada na Assembleia Constituinte.

Na década de 1970, lê-se, "destacou-se na promoção da alfabetização e da educação, tendo feito parte, como representante do Grupo Parlamentar do PSD, no Conselho Nacional de Alfabetização e Educação de Base de Adultos (CNAEBA)".

Amélia Azevedo morreu esta quarta-feira aos 92 anos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG