Franquelim Alves exonerado da comissão instaladora

Antigo secretário de Estado ocupava o cargo de vogal da comissão instaladora da Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), que deixa a seu pedido.

Franquelim Alves já não integra a comissão instaladora da IFD, vulgarmente conhecida por banco de fomento. A exoneração, a pedido do próprio ex-secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, foi publicada esta segunda-feira em Diário da República e assinada pelo próprio primeiro-ministro.

"Exonero, a seu pedido, o Dr. Franquelim Fernando Garcia Alves do cargo de vogal da comissão instaladora da Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), para o qual tinha sido designado pelo meu despacho n.º 870/2014, de 13 de janeiro, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 14, de 21 de janeiro de 2014", pode ler-se no documento assinado por Pedro Passos Coelho.

À Lusa, Franquelim Alves adiantou que teve "uma oferta do setor privado" e considerou que tinha "no essencial, preenchido" o seu papel na comissão instaladora daquela instituição.

Como gestor Franquelim Alves passou por várias empresas, incluindo a Sociedade Lusa de Negócios (SLN), a holding proprietária do Banco Português de Negócios (BPN), o que causou polémica na altura em que foi nomeado para um cargo governamental no atual Executivo.

A comissão instaladora da IDF foi nomeada em dezembro e é liderada por Paulo de Azevedo Silva.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG