Divisões na maioria aproximam Paulo Portas de António Costa

Feriados e atuação do governador do Banco de Portugal no caso BES ensombram relações dentro da coligação

Ao meio dia estarão presentes numa missa na Basílica da Estrela; e às 19:00 numa sessão evocativa num hotel em Lisboa. Tentarão ambos passar a imagem de que o PSD e o CDS continuam fieis às respetivas matrizes ideológicas originais (social-democracia e democracia-cristã), negando desvios liberais. Ao mesmo tempo, porém, o CDS afirmará a autonomia do partido face ao PSD promovendo Paulo Portas um almoço de homenagem aos ex-líderes parlamentares centristas. Uma iniciativa que o PSD não pode imitar - porque entre os ex-líderes parlamentares sociais-democrata se encontra um condenado judicial, Duarte Lima.

A homenagem conjunta aos "pais fundadores" do PSD e do CDS surge num momento em que novas divisões ensombram a coligação. Dossiers em causa: o da reposição de feriados que a coligação suspendeu; e a comissão de inquérito ao BES.

Leia mais na edição impressa ou em DN E paper

Mais Notícias

Outras Notícias GMG