"Decisão do TC não ajuda a recuperar autonomia", diz CDS

O líder parlamentar dos centristas, Nuno Magalhães, defende agora que o Governo vai procurar "novas soluções que ajudem a atingir os objetivos" orçamentais impostos pela troika.

Nuno Magalhães comentou esta quinta-feira a decisão do Tribunal Constitucional sobre a decreto-lei da convergência de pensões para dizer que esta "não ajuda o País a recuperar parte da sua autonomia", quando faltam apenas seis meses para a conclusão do programa de assistência económica e financeira.

"O Governo deve respeitar a decisão do TC e procurar agora novas soluções que ajudem a atingir os objetivos [orçamentais]", salientou o dirigente centrista.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG