Congressistas desesperam em longa fila para pagar

Os primeiros discursos já começaram, mas lá fora uma longa fila de congressistas espera e desespera para conseguir pagar os 10 euros da sua inscrição. Maria da Glória Monteiro Luís, da concelhia de Portel e uma veterana nestes encontros do CDS-PP, saiu do Alentejo antes das oito da manhã.

Perto das 11.30 ainda não tinha conseguido entrar na grande sala. "Nada de pressas,havemos de entrar quando for possível", afirma. De Mirandela está,no fim da fila, um grupo da concelhia de Mirandela. Não estão "nada"preocupados com um inevitável atraso na sua entrada nos trabalhos do congresso. "Já fizemos o trabalho de casa e estudámos as moções todas, não vamos perder nada",afirma Fernanda Cerqueira.

Quando chegam às instalações onde se está a realizar o 25ºCongresso do CDS-PP,o pavilhão Inovação, na zona industrial de Oliveira de Bairro, os militantes têm de dirigir-se a uma das oito mesas, onde registam a inscrição, que têm os nomes divididos por ordem alfabética. O primeiro da lista é o militante Salvador Abecassis, último na lista é António Zuzarte. Depois devem efetuar o pagamento que está centralizado numa só mesa. E é aqui que há o 'engarrafamento'. Alguns mostram já algum desespero e lançam, pedindo anonimato, críticas à organização. "não se percebe porque não se paga logo nas primeiras mesas", afirma um dos militantes, acrescentando que "estão a surgir casos de pessoas que até já tinham pago na base e não há registo aqui".

Mais Notícias