CDS-PP, como PR, diz que prioridade é 'recuperar soberania'

A deputada do CDS-PP, Cecília Meireles defendeu hoje que, neste momento, "o essencial" para Portugal é "recuperar a soberania" nacional e "encontrar um consenso" nas soluções, "tanto do presente como do futuro".

"Concordo com o Presidente da República quando fala na necessidade de prepararmos um período de recuperação da autonomia financeira, de recuperação da soberania de Portugal", disse a deputada.

Essa, continuou, "é a grande prioridade agora" do país, "recuperar a soberania plena e encontrar nas soluções, tanto do presente como do futuro, um consenso social".

Cecília Meireles falava aos jornalistas em Elvas, depois da sessão solene das comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Questionada a propósito do discurso do Presidente da República, Cavaco Silva, na cerimónia, a deputada do CDS-PP disse ter visto a intervenção "com muito agrado" e qualificou-a como "realista" e "virada para o futuro".

Por um lado, argumentou, o CDS-PP, "tal como o Presidente da República, está preocupado com o futuro" do país.

Voltando a insistir na questão da recuperação da soberania, Cecília Meireles defendeu ainda: "Todos temos que ter uma postura realista, de pés bem assentes na terra, e perceber que não é com demagogias que vamos conseguir ultrapassar os problemas que temos".

No discurso no Dia de Portugal, Cavaco Silva insistiu na urgência de preparar o período pós-'troika', sublinhando que "independentemente de quem seja Governo" os desafios serão tão grandes que é necessário começar a antecipá-los.

Outro dos temas a que o chefe de Estado dedicou atenção na sua intervenção foi a agricultura, tendo a deputada do CDS-PP elogiado a escolha, por se tratar de um setor que, "durante muito tempo, foi esquecido".

A agricultura, lembrou Cecília Meireles, "tem uma importância fundamental" para o "crescimento económico" de Portugal.

"Qualquer pessoa que tenha ouvido os números que o Presidente da República apontou fica impressionada e percebe o enorme potencial que agricultura tem em Portugal", insistiu.

Questionada também sobre se Cavaco Silva terá passado ao lado de algumas preocupações do CDS-PP, nomeadamente em relação às exigências da 'troika', Cecília Meireles não se quis pronunciar.

"O Presidente da República saberá, com certeza, os temas que escolhe. Aquilo que nos parece é que faz sentido falar da agricultura, que é um tema muito importante", afirmou.

A parlamentar escusou-se também a comentar os apupos com que o primeiro-ministro foi recebido hoje de manhã em Elvas: "Não tenho que comentar isso, como calculará".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG