CDS garante que teve abertura a propostas dos socialistas

Após a comissão política nacional do CDS, esta tarde, Pedro Mota Soares acusou os socialistas de não apresentarem "medidas alternativas à redução de despesa" e garantiu que os centristas mostraram "abertura negocial" a propostas do PS.

O ministro da Solidariedade e Segurança Social, que liderou a representação do CDS às negociações com PSD e PS, revelou esta noite que os centristas mostraram "abertura negocial" a propostas socialistas, nomeadamente na aproximação do calendário eleitoral e na eventual redução do IVA da restauração.

No entanto, Pedro Mota Soares acusou o PS de ter terminado "unilateralmente" o processo de diálogo e de não terem apresentado "medidas alternativas à redução de despesa".

O dirigente centrista recusou fazer qualquer comentário sobre o que poderá fazer agora o Presidente da República.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG