Cavaco Silva recebe os parceiros sociais na segunda-feira

O Presidente da República vai receber na segunda-feira os parceiros sociais, depois de na quinta-feira ter concedido uma audiência ao líder do PS, que tinha sido solicitada por António José Seguro com caráter de urgência.

De acordo com a agenda de Cavaco Silva, o chefe de Estado recebe às 16:00 os parceiros sociais subscritores do Acordo Tripartido "Compromisso para o Crescimento, Competitividade e Emprego" -- União Geral de Trabalhadores (UGT), Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), Confederação Empresarial de Portugal (CIP) e Confederação do Turismo Português (CTP).

Na quinta-feira, o presidente da CIP, António Saraiva, anunciou que os parceiros sociais que subscreveram o acordo de concertação social, em janeiro, tinham solicitado audiências ao Presidente da República, Cavaco Silva, e ao primeiro-ministro, Passos Coelho.

Para António Saraiva, "o pilar da estabilidade social foi agredido" com a decisão do Governo de aumentar a contribuição dos trabalhadores para compensar a descida da Taxa Social Única (TSU) "sem que tenham sido ouvidos os parceiros".

"Os parceiros não podem ser utilizados para subscrever acordos e não serem ouvidos quando é para tomar decisões", disse, criticando o facto de a redução da TSU para as empresas "ser conseguida à custa de um aumento das contribuições por parte dos trabalhadores".

A decisão do Governo de descer a TSU para as empresas em 5,75 pontos percentuais, compensada pelo aumento das contribuições dos trabalhadores para a Segurança Social em sete pontos percentuais, foi anunciada há uma semana pelo primeiro-ministro e tem sido alvo de críticas por parte de vários setores.

Na quinta-feira de manhã, António José Seguro foi recebido em audiência pelo Presidente da República e, à noite, anunciou que o Partido Socialista irá votar contra a proposta de Orçamento do Estado para 2013 e ameaçou apresentar uma moção de censura ao executivo caso este não recue nas alterações à TSU.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG