Bloco de Esquerda não exclui comissão de inquérito

O coordenador do BE João Semedo afirmou hoje que o partido não exclui propor uma comissão de inquérito à situação do primeiro-ministro enquanto deputado mas sublinhou que por enquanto o Bloco está "completamente focado" em que Passos preste esclarecimentos.

"O primeiro-ministro precisa de, urgentemente, responder a três questões muito simples: colaborou ou não com Tecnoforma ou com uma organização associada a essa empresa; segundo, dessa colaboração obteve ou não obteve algum rendimento; terceiro, esse rendimento foi ou não declarado onde devia ser declarado, ao Tribunal Constitucional, à Assembleia da República e, naturalmente, em sede de IRS", afirmou João Semedo.

É nestas três perguntas e nas respostas que reclamam ao primeiro-ministro "que o Bloco está completamente focado", declarou, sublinhou que são matérias "que só ao primeiro-ministro compete responder".

"Quando nos perguntam se admitimos intervir no sentido de criar na Assembleia da República no futuro uma comissão de inquérito a este caso, a resposta é óbvia, não podia ser outra: nós não excluímos nenhum instrumento para esclarecer esta situação, mas o que reclamamos e a expectativa que temos é que isso não será necessário porque é evidente que o senhor primeiro-ministro não deixará de responder as três perguntas", afirmou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG