Bloco chama ministro da Economia ao Parlamento

O Bloco de Esquerda quer que o ministro da Economia esclareça no Parlamento as ligações do novo secretário de Estado do Empreendedorismo, Franquelim Alves, ao BPN.

O requerimento foi hoje entregue na comissão parlamentar de Economia.

A ligação de Franquelim Alves ao BPN foi denunciada pelo PCP na semana passada, quando se soube que o gestor estava indigitado para secretário de Estado do Empreendedorismo.

O deputado comunista Honório Novo pediu ao Presidente da República para que não lhe desse posse.

No domingo o ministro da Economia afirmou a sua "total confiança" em Franquelim Alves, garantindo que todas as suas escolhas "sujeitas a um processo de escrutínio e de ponderação muito profunda".

Face a afirmações anónimas de dirigentes do CDS contestando o nome escolhido, o ministro afirmou que "quem, obviamente, se mostre indignado, que diga publicamente". Álvaro Santos Pereira afirmou que Franquelim Alves "não é arguido, nem é alvo de nenhuma investigação".

O CDS já disse, através do seu secretário-geral, António Carlos Monteiro, que "não teve nem tinha que ter intervenção na escolha do secretário de Estado da Inovação e Empreendedorismo".

No mesmo comunicado acrescentou: "Não havendo notícia que o referido secretário de Estado tenha sido acusado ou penalizado nas averiguações feitas até hoje pelo Ministério Público ou pelo Banco de Portugal sobre a SLN [Sociedade Lusa de Negócios, 'holding' do BPN], não seria o CDS a levantar uma questão que a Justiça não levantou".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG