'Atlântida' vendido por 12,8 milhões a empresa grega

Os estaleiros de Viana do Castelo venderam o navio Atlântida por 12,8 milhões de euros à empresa grega Thesarco Shipping, soube esta quinta-feira o DN.

O montante oferecido pelos gregos superou a proposta da concorrente portuguesa Douro Azul em quase cinco milhões de euros.

A decisão foi tomada por unanimidade pela administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), esta quinta-feira, colocando assim ponto final num processo que se arrastou durante anos.

Após notificada a empresa, o concurso estabelece um prazo de 15 dias para a assinatura do respetivo contrato, lembrou uma fonte da empresa, adiantando que o seu eventual incumprimento levaria à adjudicação do Atlântida ao segundo classificado.

O Atlântida foi encomendado há uma década pela empresa pública açoriana Atlanticoline, para assegurar as viagens interilhas, tendo sido concluído em 2009.

Porém, os Açores recusaram o navio por não cumprir os limites de velocidade contratualmente estabelecidos, tendo os ENVC pago 40 milhões de euros de indemnização após decisão judicial - quando previam ganhar cerca de 50 milhões.

Falhadas todas as tentativas para a Atlânticoline receber o ferry, dada a diferença mínima de velocidade em causa e porque o navio tinha sofrido um aumento significativo de peso com as alterações de construção requeridas pelos Açores, o navio acabou vendido através de um concurso internacional e pela melhor oferta.

O relatório e contas de 2012 dos ENVC avaliou o Atlântida em 29 milhões de euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG