António Costa "orgulhoso" com apoio de "grandes figuras"

O candidato às primárias do PS António Costa disse esta terça-feira ter ficado "orgulhoso" com o apoio prestado pelos históricos socialistas Jorge Sampaio, Almeida Santos, Manuel Alegre e Vera Jardim à sua candidatura para as primárias do partido.

"Sinto-me muito orgulhoso de ter recebido mais estes apoios de grandes figuras da história do PS. Significa que de facto esta minha candidatura é um reencontro do PS com a sua identidade histórica. Esta é uma candidatura que pretende unir o partido, trazer de novo para a primeira linha do combate político do PS os melhores dos nossos quadros políticos", declarou Costa, que a 28 de setembro discute com António José Seguro as primárias do PS para a escolha do candidato do partido a primeiro-ministro.

Costa falava aos jornalistas num hotel em Lisboa, no final de um pequeno-almoço com os históricos socialistas, que declararam hoje apoio à candidatura do autarca da capital às primárias.

Para Costa, é "importante um partido reencontrar-se com a sua identidade histórica", e os apoios que a sua candidatura tem recolhido, nomeadamente de antigos presidentes e secretários-gerais do partido, levam o candidato a sentir-se "orgulhoso".

O candidato diz ainda sentir um grande apoio de militantes e simpatizantes do PS mas também de eleitorado que tradicionalmente não vota no partido.

"As pessoas sentem bem a necessidade de construir uma alternativa perante um Governo que está esgotado", declarou.

Questionado sobre os debates televisivos com António José Seguro, que começam na próxima semana, Costa disse esperar que estes "sejam esclarecedores", mas reiterou "uma regra muito importante", a de que "os adversários do PS não estão dentro do PS, estão fora" do partido.

O ex-Presidente da República e antigo líder do PS, Jorge Sampaio, o presidente honorário dos socialistas, Almeida Santos, o ex-candidato presidencial Manuel Alegre e o ex-ministro da Justiça Vera Jardim declararam hoje apoio a António Costa nas eleições primárias do partido, marcadas para 28 de setembro.

"Decidimos dar o nosso apoio a António Costa. É nossa convicção que, pela sua experiência e capacidade política, António Costa pode levar o PS à vitória e à construção de um novo ciclo de crescimento económico e coesão social, assim como ao reforço da posição estratégica de Portugal na Europa e no mundo", diz texto assinado pelas quatro personalidades do PS.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG