PSD devolve ao Parlamento 500 mil euros de Autárquicas de 2013

Os sociais-democratas devolveram à Assembleia da República uma subvenção recebida em excesso no âmbito das eleições autárquicas de 2013.

O partido de Rui Rio diz que o "erro" já tinha sido detetado há vários anos, mas ainda não tinha sido possível devolver os 500 mil euros recebidos em excesso nas eleições autárquicas de 2013. "Tal só foi possível em resultado da gestão controlada das contas do Partido que nos últimos dois anos estabilizaram os recursos financeiros disponíveis do PSD", refere o partido em comunicado.

O PSD admite ainda que há um remanescente dessa verba recebida que irá liquidar, logo que realizado o acerto de contas dessa subvenção, e que "propôs que fosse deduzida mensalmente e diretamente da subvenção estatal que recebe da Assembleia da República".

"O PSD continua alinhado na redução do seu passivo financeiro, no cumprimento das suas obrigações e, em especial, neste caso, na devolução voluntária de montantes que pertencem aos contribuintes e que foram então recebidos em excesso", segundo o PSD.

A dívida que se mantinha desde a liderança de Pedro Passos Coelho foi várias vezes reclamada pela Assembleia da República, sem que o partido tenha devolvido o dinheiro, como explicou ao DN José Silvano, secretário-geral do PSD. A verba em excesso era de 700 mil euros, dos quais o partido pagou agora 500 mil e os restantes 200 mil serão pagos nas em prestações descontadas na subvenção a que o PSD tem direito pelos eleitos nas legislativas de outubro passado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG